Toyota escolhe a KYB para o Mirai movido a hidrogênio | Blog KYB

Toyota escolhe a KYB para o Mirai movido a hidrogênio

O novo e reformulado Toyota Mirai, um veículo de células de combustível de hidrogênio (FCEV), utiliza os amortecedores KYB como equipamento original.

Para a Toyota, mais do que para qualquer outra montadora, o carro elétrico a hidrogênio está longe de ser uma miragem, tendo iniciado a produção em série (mesmo que pequena) em 2015 com a primeira geração do Mirai e do qual se venderam apenas 11 mil unidades até hoje

“Mirai” é o termo japonês para futuro. A Toyota deu início ao desenvolvimento de células de combustível no Japão, no início da década de 1990, e desenvolveu uma série de veículos de células de combustível, sujeitando-os a mais de 1.600.000 km de testes de estrada.

Para conseguir uma direção mais leve e simples, uma postura adequada do veículo em curvas e uma condução confortável e de elevada qualidade, é utilizado um novo sistema de suspensão. Inclui uma suspensão de montagem elevada na dianteira e uma suspensão multi-link de montagem rebaixada na traseira. Apresenta também rigidez elevada na dianteira e na traseira, para reduzir a aceleração lateral nas curvas. O desempenho de condução é reativo e estável. O veículo está equipado com amortecedores KYB na dianteira e na traseira, para proporcionar uma excelente resposta da direção e um nível mais elevado de sofisticação e conforto de condução com resposta imediata ao movimento inicial.

Apesar do custo elevado dos veículos a hidrogênio, a Toyota pretende aumentar as vendas para 30.000 unidades no novo modelo. A Toyota reduziu o custo do sistema de células de combustível em 95%, em comparação com o seu antecessor, ao tornar os componentes menores, mais leves, mais eficientes e mais baratos para produção em grande quantidade.

Jordan Day, Diretor de Marketing da KYB Europe, declarou “com o objetivo da União Europeia em ter 30 milhões de automóveis de emissões zero até 2030 e neutralidade climática até 2050, a KYB está empenhada em trabalhar com os fabricantes de veículos de modo a fornecer suspensões de nível mundial para os seus desenvolvimentos de veículos ecológicos”.

Você também pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*