Diferenças entre amortecedores monotubo e de tubo duplo

Todos os veículos são equipados com algum método de controle do amortecimento da suspensão. Esse controle pode ser efetuado através de gás, ar, fluido hidráulico ou controle eletrônico. Os dois modelos internos mais utilizados são os amortecedores monotubo e de tubo duplo.

O modelo de tubo duplo é o mais comum em carros, caminhonetes leves, SUVs e vans. Trata-se de uma unidade de ótima relação entre custo e benefício que propicia ótimas características de controle e manuseio para a maioria das condições de condução. O modelo de tubo simples oferece um desempenho adicional e pode suportar um estilo de condução mais agressivo.

 

UMtwintube AMORTECEDOR DE TUBO DUPLO TEM DOIS CILINDROS:

O interno, ou cilindro de trabalho, é onde o pistão e o eixo movem-se para cima e para baixo. O cilindro externo serve de reservatório para o fluido hidráulico. Há válvulas de fluido no pistão e na válvula da base fixa. A válvula da base controla o fluxo do fluido entre os dois cilindros e fornece um pouco da força de amortecimento. As válvulas no pistão controlam a maior parte do amortecimento. O termo “amortecedor a gás” geralmente refere-se ao mesmo desenho de tubo duplo, mas com um aprimoramento: gás nitrogênio de baixa pressão é adicionado para substituir a presença do ar-oxigênio. Essa tecnologia diminui a aeração e a perda de desempenho dos amortecedores.

 


 

monotube

O DESENHO EM MONOTUBO POSSUI UM CILINDRO ÚNICO:

O cilindro é divido em duas seções: a área do fluido e a câmara de gás. O eixo e o pistão movem-se na área do fluido.  Esse tipo de amortecedor usa um conjunto único de válvula de fluido no pistão. O diâmetro da única válvula do pistão e do cilindro de trabalho é maior que o de um amortecedor de tubo duplo, mesmo que as dimensões externas dos dois modelos possam parecer iguais. Não há necessidade de ar ou óleo na área do fluido de modo que a válvula pode operar de maneira mais responsiva e sem nenhuma aeração ou perda de desempenho. A câmara de gás de alta pressão é separada da área de fluido por um conjunto flutuante de pistão e vedação. Isso promove uma área de expansão para o movimento do excesso de fluido formado durante o curso de compressão. Em movimentos mais agressivos, o pistão flutuante é empurrado ainda mais para dentro da câmara de gás, o que aumenta a pressão do gás rapidamente e cria uma força de amortecimento adicional. Graças a suas capacidades de alto desempenho, o modelo monotubo é utilizado como equipamento original em alguns veículos e oferecido como upgrade em veículos equipados com um modelo de tubo duplo de fábrica.

Para finalizar, veja esse vídeo dos dois modelos de amortecedores em funcionamento e repare a formação de das bolha no amortecedor de tubo duplo à direita.

Você também pode gostar...

4 Respostas

  1. Flavio disse:

    muito interessante divulgo muito os produtos KYB aguardo novas informacoes

    • KYB do Brasil disse:

      Obrigado por nos acompanhar Flávio! Confira o vídeo que acabamos de inserir nesse post, mostrando o funcionamento dos dois modelos de amortecedor, lado a lado.

  2. Jussiê Costa disse:

    Boa noite, gostaria de saber se na carcaça do amortecedor tem a indicaçao que ele é monotubo ou bitubo?

    • kyb disse:

      Boa tarde Jussiê, tudo bem?
      Obrigada por entrar em contato conosco.
      Nós já mandamos uma solicitação ao departamento responsável.
      Estamos aguardando o retorno.
      Um grande abraço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*