Nove problemas causados por amortecedores desgastados | Blog KYB

Nove problemas causados por amortecedores desgastados

1. Distância de frenagem

E se seus pneus não conseguem obter uma boa aderência? Conforme as molas/amortecedores se desgastam, o contato da pista com os pneus se torna menos eficiente e o veículo apresenta dificuldades para parar.EficienciaAmortecedores

 

Fonte: Teste RAC (Royal Automotive Club) Teste nº.996


 

2. Mergulho da dianteira

nosedriveQuando você aplica os freios, os pneus iniciam a parada. Mas a inércia do corpo do veículo tenta mantê-lo em movimento. Como resultado, a dianteira do veículo se rebaixa e a traseira se levanta. Esse desequilíbrio acentuado em carros com amortecedores desgastados causa stress nos freios dianteiros e reduz a eficiência dos freios traseiros. O resultado é uma maior dificuldade de controlar e conduzir o veículo.


 

3. Rolagem do corpo do veículo

bodyrollDurante as curvas, o peso do corpo do veículo pende para o lado de fora da curva. Diminuir a velocidade do veículo é únicas maneiras de reduzir esse efeito. Os amortecedores desgastados tornam esse movimento de rolagem do corpo do veículo mais instável e difícil de controlar.


 

4. Instabilidade na direção

rideharshnessCom amortecedores desgastados, pequenos solavancos e movimentos dos pneus são transmitidos para todo o veículo. Você pode sentir a direção dura, instável ou barulhenta. Esses efeitos abruptos afetam tanto o conforto do motorista quanto o desempenho dos pneus. O resultado é a perda de tração e juntamente com isso, menos satisfação com o veículo.


 

5. Rebaixamento traseiro no momento da aceleração

accelerationsquatDurante a aceleração inicial, quando você sai de uma situação com o veículo parado, a parte dianteira se eleva e a traseira se rebaixa. A elevação da dianteira é controlada pelo amortecimento de rebote efetuado pelos amortecedores. Em um veículo de tração dianteira com amortecedores desgastados, isso resulta na perda de tração e menor controle da direção.


 

6. Perda de tração

tractionlossPode ocorrer durante a frenagem, aceleração ou durante as curvas. Quando os pneus não conseguem manter o atrito com a pista por alguma razão, o resultado é a perda de controle: quando o pneus estão pulando ou a inércia do corpo do veículo está elevando ou pressionado os pneus para baixo; quando a faixa de rodagem do pneu está desgastada; quando os pneus estão indevidamente calibrados; ou quando as molas e amortecedores estão desgastados e não controlam com eficiência os movimentos dos pneus ou do corpo do veículo.


 

7. Choque dos batentes

bottomoutAs reações a solavancos são normais. Mas quando o pneu consegue reagir ao extremo e se mover para cima de forma muito agressiva, essa ação deve ser interrompida pelo batente do amortecedor. Esse fenômeno é uma indicação de que ou veículo está sendo operado além de sua capacidade normal, como com sobrepeso, ou está sendo conduzido de maneira muito agressiva. Ou isso pode significar também que os amortecedores estão desgastados e não conseguem resistir adequadamente aos movimentos da roda.


 

8. Guinadas

swerveMovimentos excessivos para a direita ou para a esquerda; rajadas de vento, condições da estrada e movimentos do volante. O amortecedor ou a mola controlam o movimento de compressão (ou extensão), enquanto os amortecedores do lado oposto estão controlando um movimento de rebote (para cima). São necessárias correções da direção e, conforme as condições do amortecedor pioram, a dificuldade cresce ainda mais.


 

9. Deformação dos pneus

tirecuppingQuando o pneu fica livre para se mover para cima e para baixo excessivamente, um movimento rítmico se desenvolve e dá início a um padrão de desgaste com espaçamento uniforme. Diferentemente das condições de um pneu balanceado, a frequência do padrão de desgaste é maior em pequenos movimentos do pneu que não estão sendo amortecidos por molas ou amortecedores desgastados. Conforme a condição se agrava, ocorrem ruídos e a perda de tração além, claro, do desgaste do pneu.

Você também pode gostar...

28 Respostas

  1. Daniel disse:

    Tenho carro que desde que comprei os amortecedores dianteiro batem, o mais estranho é que mais 3 amigos tem o mesmo carro e desde 0km batem a suspensão. Um quarto amigo pegou zero km tb e ele teve de trocar os amortecedores dianteiros devido o mesmo problema, parece ser coxins mas é uma falha de fabricação.
    E todos corollas 2015,2016,2017

  2. Elvis disse:

    Mecânico trocou os amortecedores do meu carro, porque disse que os pistões estavam queimados, obs eles não tem vazamento algum e levei em outros mecânicos e me disseram que os amortecedores estão perfeitos e que não era necessário a troca. Gostaria de saber se esse defeito de pistão queimado que ele alegou, realmente existe

  3. Daniel disse:

    Ok. Farei isso…obrigado

  4. Jair Sá de Alencar disse:

    Tenho um Celta 2004, troquei molas e amortecedores (marcas de ponta) e com dez dias notei a dianteira totalmente baixa, levei ao mecânico que mandou trocar as molas. Como as mesmas estavam na garantia, fiz a troca. Agora depois de 20 dias percebo novamente a dianteira arriada. Será que é novamente problema das molas ou os amortecedores dianteiros também influem? Gastei muito e estou decepcionado com o resultado.

    • kyb disse:

      Olá Jair, tudo bem? Sem avaliar o veículo é difícil precisar o que pode estar havendo. A sugestão é sempre trocar as molas com os amortecedores, como você fez e tendo essa troca sido feita forma correta os problemas devem ser resolvidos, assim, é interessante voltar ao mecânico para avaliar a situação. Obrigado pelo contato.

  5. Adriano disse:

    Notei que estava na hora de trocar por essa dica 4 e 6, o meu carro ao chegar a 90km em diante ele ficava maluco, não tinha estabilidade na direção, desgastou até o reparo da direção por tanto atrito.

  6. Tenho um Nissan pathfinder que desgasta os pneus de trás nas laterais interior e denota-se uma ligeira inclinação para fora será que pode ser um problema dos amortecedors uma vez que nunca troquei-os

    • kyb disse:

      Olá João, dependendo da quilometragem do veículo pode ser sim. Recomendamos a verificação a partir dos 50 mil KM, procure um profissional de confiança e avalie toda a suspensão.

      Grande abraço.

  7. Fabio santa rita disse:

    boa noite!
    eu tenho um ka 2009/2010,e noto a traseira dele muito baixa e com pouco peso ele abaixa mais ainda, isso pode ser amortecedor

    • kyb disse:

      Olá, Fabio! O amortecedor, mesmo gasto, não altera a altura do carro. Isso é sintoma de molas cansadas, gastas ou quebradas. Se a mola chegou a gastar, é provável que o amortecedor tenha acompanhado esse desgaste e que também possa necessitar ser substituído.

  8. jean disse:

    Boa noite. Vi um carro para comprar onde ele aparenta estar mais baixo que os demais, pouca coisa mas que da diferença, fiquei com receio de comprar, o dono alega que nunca “rebaixou” o carro ou algo do tipo, será que é algo que está muito gasto e por isso “rebaixou” ele?

    • kyb disse:

      Olá, Jean! Se as molas estiverem gastas (“cansadas”), a altura do veículo pode sim ser afetada. Porém o desgaste da mola depende de muitos fatores variáveis, passando pela forma de condução do veículo, frequência com que o carro anda carregado. Deve-se verificar se as molas não foram cortadas ou trocadas por outras de modelo “esportiva”. Caso exista desgaste de molas, é bem provável que os amortecedores já estejam gastos também.

  9. RICARDO MARQUES SILVA disse:

    Boa noite,troquei os amortecedores traseiros da minha vera cruz ano 2010 só que coloquei do amortecedor mais fino e os que estavam eram aqueles mais grosso,a traseira ficou muito baixa o que devo fazer para corrigir alguém consegue me ajudar por favor !

    • kyb disse:

      Olá amigo, em nosso catálogo no Brasil ainda não temos o amortecedor para o Hyundai Veracruz, assim não conseguimos confirmar se a aplicação está correta. Nesse caso, a sugestão é avaliar se o produto aplicado corresponde ao seu veículo para que tenha total tranquilidade.

  10. Abrahao disse:

    Olá, possuo um Nissan Tiida Hatch, troquei os dois amortecedores tem aproximadamente 5 meses e hoje fui fazer o alinhamento preventivo e o mecânico falou que o amortecedor tá no limite da cambagem, e que daqui 2 meses talvez será necessário fazer a correção da cambagem. Gostaria de saber se realmente é necessário esse tipo de procedimento e ainda mais com amortecedores novos.

  11. Nando disse:

    Boa noite , meu Onix está com a direção pesada . Será que pode ser problema nos amortecedores ??? Em baixa velocidade o volante fica dando raios pra direita e esquerda possa ser os pneus deslocados né ??

    • kyb disse:

      Olá, tudo bem? Esses podem ser sinais da hora da troca sim. A recomendação é que os amortecedores sejam verificados de forma preventiva com 50.000 km rodados. Grande abraço.

  12. Issao Sato disse:

    Tenho uma CR-V 2012 EXL 4WD e estava com os amortecedores originais até então.
    Quando fui trocar, a mecânica me mostrou os amortecedores novos que para baixar a haste precisava fazer uma força absurda, comparando aos originais. Disse que normalmente não são tão duros os amortecedores novos.
    Sendo que troquei os 4 pois um dos traseiros começou a vazar e os outros estavam bons.
    Comprei os 4 Kayaba e a camionete ficou uma pedra de dura. Gostaria de saber se os amortecedores KYB são assim mesmo? Pois, ficou bem desconfortável. Ao ponto de eu entrar aqui neste blog.

    • kyb disse:

      Olá tudo bem? Você pode entrar em contato com o nosso suporte técnico para entender melhor através 0800 9400 592.
      Mas normalmente quando o amortecedor é trocado percebemos essa diferença, visto que os usados por já estarem com a carga gasta ficam menos duros, na verdade, é uma impressão que temos, já que com os amortecedores novos a carga está completa garantindo mais efetividade na ação.

      Grande abraço

  13. Diego Borges disse:

    Troquei o cozinho do amortecedor do stepway 2015 de um lado e ficou um lado mais alto o que pode ser

    • kyb disse:

      Oi Diego, existem diferentes motivos que podem causar essa diferença. Para identificar o que pode estar acontecendo o ideal é que o veículo seja analisado, nesse caso recomendamos procurar um mecânico de sua confiança para ter a melhor resposta. Grande abraço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*